• Fabiana e Juliana

Varejo: retomada e novas atitudes



Neste momento de incertezas, em que todos atravessamos pela crise do novo coronavírus, negócios e empresários tentam encontrar saídas para retomar seus empreendimentos da melhor forma.


Talvez o setor que mais esteja sofrendo os reflexos da pandemia seja o de varejo, onde as empresas são impactadas direta e indiretamente pela COVID-19. Os varejistas, que dependem de suas vendas, tentam buscar fôlego para seguir em frente, com novas estratégias e planejamento diferenciado.


Mas como o varejo pode retornar e tomar atitudes inovadoras neste momento? Confira as dicas que separamos abaixo:

Sobrevivência atual: como seguir em frente


Em vista do momento que passamos, os negócios não podem se ater somente às técnicas pré-pandemia utilizadas nas vendas. É necessário que, antes de tudo, seja analisada a parte humana das coisas, afinal nossa geração está em uma época ímpar de sua história.


Mostrar preocupação pelo bem-estar e saúde dos clientes é fundamental. Essa visão não deve vir somente pela adequação às normas e procedimentos vigentes, mas, sim, deve ser um pensamento real do empresário – pode apostar, seu público irá notar sua preocupação, e se ela é real.


É importante que, além de adequar-se à nova realidade dos clientes, o empreendimento esteja alinhado com as questões atuais, como falamos acima. O futuro será definido pelas ações de hoje, e estas são pautadas no combate à pandemia e na ajuda prestada.


O empreendimento varejista pode prestar apoio dentro da sua realidade de negócio. Uma loja de roupas, por exemplo, pode promover a doação de tecidos para a confecção de máscaras artesanais, uma atitude interessante e necessária ao momento.


Ainda dentro deste nicho de empresa, por que não investir em um sistema de fashion delivery? As tele-entregas, que já eram procuradas anteriormente, agora estão no topo dos pedidos. Mesmo que o comércio esteja gradualmente sendo reaberto, as pessoas ainda têm algum receio em sair de suas casas. O delivery é uma atitude que deve ser cogitada na maioria das empresas varejistas, principalmente para que as vendas tenham impulso e os clientes sintam-se seguros.


Outra dica é aliar o negócio a alguma cooperativa. É importante saber se existe algum grupo que trabalha exclusivamente com o seu nicho de empresa. Isso pode ser feito inclusive por você, afinal novas ideias surgem todo dia a fim de ajudar os empreendedores. Tome iniciativa, junte comerciantes e varejistas do seu nicho, ou inclua a todos em um grupo. Incentive essa comunidade, a troca de ideias e experiências, e também de indicações. Os negócios são feitos de pessoas, não só de produtos.


O varejo de amanhã: uma posição desenhada atualmente


Com todas as novas regras impostas, cada varejista tem um papel importante na construção dos negócios de amanhã. O futuro será diferente do que imaginávamos, e esta nova configuração já é planejada hoje.


Além das novas estratégias de vendas e relacionamento com os clientes, os espaços serão, também, diferentes. Como apontamos no nosso artigo anterior, as mudanças no local de trabalho são tendência, sobretudo no que tange à forma de dispor o mobiliário.

Este novo desenho mudará a forma como o trabalho é feito, e como os empreendimentos serão tocados em seu jeito de atender os clientes e dispor produtos. Nossos costumes, que estão sendo remodelados pela pandemia, refletirão diretamente no interior das lojas.


O principal é a atitude


Especialistas apontam que depois da pandemia do novo coronavírus, o mundo nunca mais será o mesmo. Não apenas em questões econômicas e gerenciais, mas em questões de convivência – a sociedade irá mudar a tal ponto que a cooperação e a solidariedade serão valores extremamente importantes, e farão a diferença na vida de todos.


Ter essas atitudes desde já é algo que ficará para a posteridade, e as pessoas lembrarão-se da sua marca não por um produto que você vende, mas pelo o quê você fez neste momento em termos de comportamento, pensamento e ações positivas.

E então? Que tal começar a mudar suas atitudes agora mesmo?

16 visualizações